club games virtual
ola sou administrador do cx360 se ainda não são membros se cadastrem agora o forum eh de campeonatos da xbox live !!!!

att
vinicius

DICAS PARA MASTER LEAGUE ONLINE NO PES 2012

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

DICAS PARA MASTER LEAGUE ONLINE NO PES 2012

Mensagem por vinicius em Dom Maio 06, 2012 2:58 am

Como o futebol brasileiro está triste, hoje irei falar sobre o game, que só me dá alegria! A coluna de hoje é sobre um jogo que possui milhões de fãs pelo mundo: o Pro Evolution Soccer 2012. O jogo tem muitas funções e características do futebol de verdade, deixo a parte prática para os que já me viram jogar, afinal quem não é o melhor do mundo no PES?? Hoje vamos à teoria! Seguem abaixo algumas dicas para facilitar o seu sucesso na MASTER LEAGUE ONLINE.

1-) DEFINIR O MODELO DE JOGO

O primeiro passo do treinador é escolher a forma com que deseja que sua equipe jogue. Seja um jogo mais curto e apoiado, privilegiando a manutenção da posse de bola, como faz o Barcelona, seja um jogo focado nos lances individuais, como fazem as equipes do Brasil, ou até mesmo um jogo direto, com passes verticais, passes longos, cruzamentos frequentes, como fazem as equipes inglesas. Aqui é onde o treinador planeja e põe em prática suas “teorias”.

2-) COMPOR O ELENCO

O jogo limita o número máximo de jogadores de uma equipe em 32. Na minha equipe utilizo 3 jogadores para cada uma das 10 posições de linha e 2 goleiros, totalizando 32 jogadores. Há pessoas que investem todo o dinheiro nos 11 melhores jogadores possíveis no momento. É uma visão imediatista que a longo prazo vai dar problemas, pois os jogadores apresentarão fadiga de um jogo para outro, os picos de forma física (o jogo possui picos de forma) vão descer e os resultados serão difíceis de serem alcançados nestas circuntâncias. Formar uma grande equipe é um processo a LONGO PRAZO. O ideal é dividir o investimento e ter mais jogadores (mesmo que com menos qualidade) que estejam com pouca ou nenhuma fadiga acumulada e que estejam no ápice do pico de forma para entrar em campo. Com os bons resultados aparecendo, o treinador vai substituindo estes por jogadores melhores, até que o NÍVEL TOTAL da equipe esteja bom.

Ao procurar os jogadores para contratar, é possível pesquisar por uma ou mais características específicas: passe curto, chute, precisão de cabeceio, salto, altura, trabalho em equipe, poder de explosão… esta ferramenta facilita muito a procura pelos jogadores certos.

O treinador deve ter em mente as características necessárias para cada um dos 11 jogadores que vão entrar em campo para cumprir as funções exigidas pelo modelo de jogo. O treinador deve mentalizar o jogador ideal para cada posição, de forma a nortear todo o processo de construção do elenco e saber investir corretamente o dinheiro ganho com os jogos. Por exemplo: de acordo com meu modelo de jogo, o atacante C. Ronaldo é o jogador ideal para a posição. Enquanto não tenho condições financeiras para contratá-lo, contrato jogadores com menos recursos, mas com características semelhantes às dele.

3-) RODÍZIO DO PLANTEL BASEADO NA CONDIÇÃO FÍSICA

Os estágios da condição física são alterados de tempos em tempos (normalmente 48h cada estágio) e não pelo número de partidas. Estes respeitam a ordem abaixo (pequenas variações de jogador para jogador), a curva azul na figura é a curva da condição física. O roxo é o ponto mais baixo (pior condição física) da curva e o vermelho é o ponto mais alto (melhor condição física) da curva da condição física.





Como escrito anteriormente, recomendo 3 jogadores para cada posição (no caso de jogadores de linha). Os 3 jogadores devem ter picos de forma que encaixem perfeitamente, ou seja, que sempre algum deles esteja em condições ótimas de jogo e que pelo menos um dos outros dois seja um suplente de qualidade, para evitar o acúmulo de fadiga excessivo. Vou exemplificar com meus laterais direitos:







Lahm e Bosingwa são os melhores, Janvlies é o “suplente” utilizado para fazê-los descansar. Quando a condição física de Lahm começa a diminuir, a de Bosingwa está subindo. Quando Lahm está “azul”, Bosingwa já está “vermelho”, pronto para jogar. Contudo, há um problema no ciclo da condição física nesta posição. O momento marcado com um “x” em que Lahm e Janvlies estarão “azuis” e Bosingwa “roxo”. Um novo lateral direito “suplente” será requisitado para estar (se possível) “vermelho” nesta data.

4-) TIPO DE EQUIPE
Na Master League online é possível escolher qual tipo de equipe seu time vai ser, priorizando alguns aspectos das características dos jogadores. Há 6 opções possíveis de estilo: equilibrado, físico, velocidade, técnica, lance de bola parada e trabalho de equipa. Quando montei minha equipe, queria um time muito rápido. Contratei muitos jogadores rápidos! Chegou um estágio que meus jogadores já eram rápidos pelas suas características individuais e outros aspectos poderiam ser melhorados através do TIPO DE EQUIPE. Modifiquei para o estilo equilibrado, que é o que tem (no momento) a pontuação mais alta (ata + vel + def + téc + tác + fis) para minha equipe. Vejamos:

Estilo Equilbrado (555 pontos)


Estilo Velocidade (537 pontos)

Estilo Físico (547 pontos)
5-) PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Para ter um bom elenco, é necessário ter dinheiro, que vem com as vitórias. Além das vitórias há algumas dicas para economizar e fazer com que o dinheiro renda mais.

a-) Comprar jogadores em baixa forma física:
Como o valor dos jogadores sobe com a quantidade de treinadores que os compram, jogadores em baixa forma física normalmente estão com o preço mais baixo.

b-) Vender jogadores em alta forma física:
O contrário também é verdadeiro. Quando vendemos um jogador que está em alta no mercado, ele está mais valorizado, o que gera maior receita com a transferência.

c-) Fazer contratos longos (20 ou 50 jogos):
Quanto maior o tempo de contrato, menos se gasta. Vejamos o exemplo do meu goleiro Júlio César…

Valor em euros para:
10 jogos -» € 2.891.799
20 jogos -» € 5.205.239
50 jogos -» € 10.121.299

Economia em euros comparados com contrato de 10 jogos para:
20 jogos -» € 578.359
50 jogos -» € 4.337.696

Ou seja… a cada vez que eu ofereço um contrato de 50 jogos para o meu goleiro, deixo de gastar mais de 4 milhões de euros!

d-) Vender o jogador após ele ter encerrado o contrato:
Cada jogo que um jogador a ser dispensado joga, é um jogo a menos que um jogador do plantel tem que pagar.

Pela minha experiência, recomendo que os passos acima sejam seguidos, mas na prática nem sempre é possível. Há momentos em que ou fazemos contrato de 10 jogos ou nosso melhor jogador não joga, dispensamos o jogador “X” agora (independente do contrato restante) e compramos o “Y”… não existe fórmula exata para o êxito, existem caminhos com maior probabilidade de sucesso e caminhos com menor probabilidade, qualquer um dos dois pode dar certo ou errado, a escolha é sempre nossa!

Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência…

Abraços, até a próxima!




fonte: tenan
avatar
vinicius
administrador
administrador

posts : 566
IDADE : 28
dia do registro : 24/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum